sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

7 meses

Hoje estou completando 28 semanas, ou para quem preferir, 7 meses...
Essa semana tive muitas novidades... Ruins e boas!
Vamos primeiro as boas, né?

A minha pérolazinha está muuuuuuito ativa. É tão gostoso sentir ela se mexer assim dentro de mim. Acho que o espaço está ficando pequeno, daí todo e qualquer movimento dela, mesmo que seja bem light, eu posso senti-lo. Mas o que eu acho mais divertido é poder ver! Isso mesmo, poder ver minha barriga se mexendo, se deformando, meu umbigo entrando e saindo (estufando). Acho que ela brinca com o cordão umbilical e fica puxando e soltando... Sei lá o que acontece lá dentro, mas sei que me a cada dia me sinto mais mãe. Às vezes eu desejava que minha barriga fosse transparente, só pra eu ver a festa que ela anda fazendo aqui dentro... hehehe... Nada a ver, né? Acho que é a loucura de ser mãe...
Ela tb tem reações a estímulos sonoros... Quando acontece um barulho mais alto, ou quando eu grito pra chamar alguém, ou quando o Diogo conversa com ela, ela sempre se mexe. É quase que respondendo: Oiiiiiiiiiii...
É tudo muito sobrenatural. Eu posso ver claramente as mãos de Deus formando uma nova vida dentro de mim. Eu sempre me lembro de agradecer a Deus por me dar o dom de ser mãe, por me dar esse presente lindo de gerar um novo ser em mim... É difícil conseguir explicar isso em palavras, mas Ele sabe o que eu quero dizer... Só Deus realmente pode fazer isso. Como é possível o ser humano, a máquina mais complexa que existe na face da Terra, poder gerar outro ser humano em apenas 9 meses? Na verdade só em 6, pois os outros 3 meses é só para crescer e ganhar peso.

Apesar disso tudo ser lindo, não posso negar que tb existe contratempos e alguns problemas que eu nunca imaginei passar e que gostaria muito que não existisse...
Durante um mês eu tô morando aki na minha mãe, até as obras da minha casa acabarem. Me "mudei" pra cá no domingo. Na minha terceira noite aqui, aconteceu uma coisa horrorosa... Seria cômico se não fosse trágico!

Eu sempre tive o intestino funcionando como um relógio. Todos os dias e no mesmo horário.
Sempre nas minhas consultas, a médica me perguntava se meu intestino estava ok. Eu até ria por dentro e respondia que sim, bem até demais.
Na segunda a noite, como de costume, fui ao banheiro e não consegui fazer nada. Eu tinha vontade, mas não saía nada. Deixei pra lá e não me preocupei.
Na terça-feira, durante o dia, fui ao banheiro mais duas vezes, e de novo a mesma história: não consegui fazer nada. Eu fazia força e mais força e nada!!! Por fim começou a me machucar, o reto já estava bem dolorido. Quando chegou a noite, o negócio ficou pior. Eu já não conseguia mais sentar. Além de já estar tudo ferido, eu sentia muita cólica. Aí sim fiquei bem preocupada.
Descobri na internet que esse problema é comum no final da gestação, pois o organismo começa a reter tudo pra tentar sugar o máximo de nutrientes para o bebê ganhar peso, é aí que as fezes ficam endurecidas, ressecadas, e com volume bem maior que normalmente é. Percebi que era exatamente isso que estava acontecendo comigo.
Falei pro meu marido o que estava acontecendo e ele ligou pra um amigo dele que é enfermeiro na área de pré-natal. Ele disse pra eu comprar um gel anestésico de Lidocaína. Por sorte ligamos numa farmácia antes de fechar, já eram quase 22hrs. Compramos, usei, e na hora que senti anestesiado fui ao banheiro...
Meu Deus, a dor era por dentro, e não só por fora.
Voltei pro quarto chorando, eu sentia dor em tudo quando é lugar. Liguei pra médica e ela disse que eu deveria ir pro hospital e fazer uma lavagem. Não acredito! Lavagem??? Não vou, não vou, não vou!
O Diogo ligou de novo pro amigo dele, e disse que não tinha resolvido. Ele disse que nesse caso eu precisava fazer mesmo uma lavagem, mas que eu poderia fazer isso em casa mesmo. Ufa, menos mal.
Ele pediu que comprássemos um tal de Fleet Enema. Já eram quase meia-noite, o Diogo acho uma farmácia 24 horas, mas não entregavam, ele teve que ir buscar.
Quando ele chega com o treco eu descubro que é um supositório. OMG, como assim? Ai como eu sofri só de ver aquele negócio na minha mão.
Eu já estava me contorcendo de dor. Ou eu usava logo ou eu morria ali mesmo.
Desci pro banheiro. Usei... A bula dizia que iria amolecer e umedecer as fezes. Uns 2 ou 3 minutos depois meu corpo sozinho, completamente sozinho, fez uma força descomunal... Me senti parindooooooo... kkkkkkkkk... É até de rir mesmo, mas no momento que esse troço glicerinado fez efeito eu comecei a tremer muito, suar frio e fiquei meia enjoada, foi quase traumatizante. E o pior: nem estava na minha casa, no conforto do meu banheiro. Meu Deus, quando é que vou voltar pra minha casinha???
Mas por fim funcionou, meu intestino estava limpinho. Alívio total. As dores se foram e finalmente pude ir dormir tranquila.

Que história bizzara, né? Mas eu precisava compartilhar isso, pois é mais uma coisa que eu tive que descobrir sozinha, pois ninguém fala sobre esses assuntos.
Bom, agora é mudar meus hábitos alimentares, e não deixar a chegar nesse nível nunca mais.
Para quem ainda não sabe, existem artifícios alimentares fáceis de se fazer e que vai evitar uma cena como essa que aconteceu comigo.
Em primeiro lugar beba muita água, muita mesmo... Não deixe sentir sede para tomar água, beba-a antes disso. Quando vc sente sede já é o início de uma desidratação, então vamos encher a cara de água.
Segunda coisa: fibras!!! Seu organismo precisa de fibras. Onde encontrar? Fácil. Coma bastante frutas e verduras, de preferência in natura, ou seja, crua e com casca. Abuse do mamão, ameixa de toda e qualquer qualidade, pêra, laranja, beterraba, cenoura, feijão, grão de bico, lentilha, linhaça, granola, iogurte tipo Activia (de preferência sabor ameixa), suco de laranja com beterraba sem coar, e folhas verdes escuras.
Fora isso, mastigue bem os alimentos, não consuma nada que contenha cafeína (café, coca-cola...), e evite ao máximo possível os refrigerantes. Não coma goiaba de jeito nenhum, e banana só coma se ela estiver muito madura, quase apodrecendo.
Quando sentir vontade de ir ao banheiro, vá! Não segure, nem espere demais. Nada de ficar esperando chegar em casa. Se tiver no shopping, no trabalho vá mesmo assim. Garanto que vcs não vão querer passar pelo que eu passei. Não desejo isso a ninguém mesmo!!! Dizem que essa dor é igual a dor do parto. Se for mesmo eu dou conta, mas a diferença é que no parto vc ganha um presente no final, e no intestino preso vc ganha uma outra coisa nada agradável, hehehehe...

Ah, tudo isso não é só para o bem da gestante, mas saiba que quando a mãe está sofrendo desse mal, o seu baby tb sofre. A pressão que você faz ao evacuar fezes endurecidas, seu filhotinho tb sente, e lhe trás mal estar. Claro que não será tão mal assim a ponto de um aborto, mas quem é que quer sentir o próprio bebê sofrendo dentro de você. Fica a dica!

Bom, essa foi a pior parte até agora. Foi no que eu mais sofri (mesmo que por pouco tempo) e foi o que me pegou de surpresa, sem saber o que fazer. Mas fora isso tb teve outras coisinhas mais. Agora sinto vontade de fazer xixi a cada 20 minutos, e durante a noite eu me levanto para esvaziar a bexiga pelo menos umas 5 vezes, por isso meu sono não têm sido interrupto. Faz tempo que não durmo direto a noite toda. E as azias ainda estão persistindo em ficar.

Ah sim, acabo de me lembrar que eu estou ficando cada vez mais sem roupas. Nada mais serve em mim. Inclusive as roupas que comprei de gestante já estão tensas de usar. Acho que hoje vou ter que ir ao shopping, preciso de sutian novos, pelo o menos 2 números a mais, e blusas, pois as minhas estão todas um pouco curtas. Ninguém merece andar por aí com a barriguinha de 7 meses de fora, né? Vou fazer compras hoje, I need!!!

É, acho que são essas as novidades da 28ª semana.
E que seja bem vindo, último trimestre!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário