quarta-feira, 7 de março de 2012

Ecografia de 8 meses

Meninas, ontem eu fiz mais uma ecografia. Achei que já seria a última, mas descobri que estou na verdade com 33 semanas e 2 dias, ou seja, com certeza terá mais uma daqui um mês.

Minha manicure me indicou uma nova clínica de ecografias. Ela disse que o médico era muito bom, que sempre tem horário rápido e que é bem barato. Resolvi marcar lá.
Me marcaram para terça-feira (ontem), de 18:30 às 20:00hrs, mas era por ordem de chegada! Ok.
Cheguei às 18:15... Descobri que precisaria subir dois andares de escadas, que cá entre nós, nesse altura do campeonato, isso era pedir demais pra mim. Com a ajuda do Diogo, consegui chegar lá em cima.
Me deparei com um monte de mulheres grávidas, com maridos e filhos... Muitos filhos! Affffffffff... Tinha tanta criança lá que não sobrava lugar para as grávidas sentarem, acreditam? Cadê a cordialidade dessa gente?
Fui pegar minha senha, que era o número 11. Voltei pra sentar e imagina só... Tive que me sentar nos degraus das escadas. Em menos de 5 minutos minha bunda tava doendo e já estava suando que nem tampa de marmita. Não tinha uma janlea se quer, nenhuma ventilação, e nem uma mãe bem educada pra mandar um de seus filhos me dar o lugar pra sentar.
Já comecei a me arrepender de ter ido lá. Sábado eu vou matar minha manicure. Como que me manda pra um lugar desse?! Afffffffff...
Meu estômago começou a roncar. Já se passara mais de 1h30m. Bateu a sede tb, e o Diogo buscou um copo de água pra mim. Que alívio aquela água bem gelada.
Finalmente desocuparam algumas cadeiras. Ao me levantar meus pés formigaram. Estavam inchando. Calor, estress, falta de posição, sei lá. Só sei que meus pés sentiram.
Quando deu 20:15hrs, eu não aguentei mais, pedi ao Diogo que fosse lá reclamar da demora pra mim, pois se eu fosse lá, provavelmente eu faria um barraco. Ele voltou com uma péssima notícia: meu atendimento seria lá pelas 21:30. O quê??? Tão de brincadeira comigo, só pode!
Dei xilique e quis ir embora. O Diogo me convenceu a ficar, disse para nós sairmos um pouco pra comer e depois a gente voltava. Aceitei... Ao pisar no chá pude notar que meu pé estava formigando muito. Quando olhei, me assustei. Estava muuuuuuuuuuuito inchado. Fiquei preocupada. Quando cheguei em casa, resolvi tirar uma foto do meu pé, só pra registrar... Dá só uma olhadinha...


É, o negócio ficou feio. Já tava até pensando em ir pro hospital, mas depois de um bom banho e massagem, eles deram uma melhorada. Graças a Deus. E hoje de manhã já estava normal.

Mas voltando a ecografia... Resolvemos sair e comer uma pizza.
Voltamos só às 21:40. Chegamos na minha vez.
Lá dentro era bem diferente: sala super bem equipada, ar condicionado, uma mega tela pra eu ver tudinho o que ele tiver fazendo, e realmente o médico é bom.
Não sei se todo o stress valeu a pena, mas fazer o quê, né?

Bom, mas e os resultados?
A Dona Sarinha já está com 45,1cm. Fiquei impressionada, afinal, um menino grande nasce com 50cm, e ela já está quase lá. Está pesando 1.900kg, ainda um pouco magrinha. A placenta já está em Grau II, o que significa que já está quase madura. Na minha última eco, estava Grau 0, daí ela vai se afinando até chegar ao Grau III, quando ela fica bem fininha, pronta pra estourar. Idade Gestacional com 33 semanas e 1 dia, com margem de erro de 2,5 semanas para mais ou para menos.
Ah, e o melhor: ela está encaichadinha, em posição cefálica, prontinha para um parto normal. Q lindaaaaaaaaaaaa!!!

Só fui sair da clínica às 22:00 horas. Foram longas e torturantes 4 horas de espera. Ufaaaaaaaa!

Bom, é isso!
Cansaço, stress e edemas... Mas com ela está tudo bem, tudo ótimo!

terça-feira, 6 de março de 2012

Curiosidades da Partolândia

Meninas, eu estava aqui fuçando na net (como sempre) e encontrei um artigo bem legal, que fala sobre algumas curiosidades que nós, futuras mamães, devemos saber. Então resolvi postar.
A autora é Ana Cristina Duarte.
Segue abaixo:

Curiosidade da partolândia I: não existe dilatação de "5 dedos". A dilatação se mede com 1 dedo, 2 dedos e a partir disso são centímetros, pois não dá para colocar 3 dedos, 4 dedos.. até dá, mas não é bonito. Então a dilatação vai em 1 dedo, 2 dedos, 3 cm, 4 cm... até 10 cm.

Curiosidades da Partolândia II: o que dilata é o colo do útero, aquela estrutura que fecha do útero e mantem o bebê lá dentro por 9 meses. É lá que a gente mede a dilatação. Depois disso, no canal do parto, vem só tecido elástico, que não precisa dilatar para o nascimento, mas sim "esticar".

Curiosidades da Partolândia III: quando a bolsa se rompe, o bebê continua produzindo líquido amniótico através da urina, e sua cabecinha faz uma "rolha" que veda o colo do útero provisoriamente. Assim, ele sempre terá líquido amniótico ao seu redor! Não à toa que um bebê que nasce com bolsa rompida há muito tempo, frequentemente ainda vem numa torrente de água!

Curiosidades da Partolândia IV: não existe bebê que ficou mal porque "bebeu água do parto" ou porque "engoliu mecônio". Bebês bebem água do parto durante metade da gestação, o tempo todo. E o mecônio é uma substância estéril e sem risco para o tubo digestivo. O perigo é a aspiração profunda de mecônio, porque obstrui os alvéolos. Já o líquido aspirado não chega a ser um problema importante.

Curiosidades da Partolândia V: todos os bebês nascem roxos, porque dentro do útero eles vivem o tempo todo com essa cor, sendo o útero um ambiente de baixa oxigenação. Só quando nasce e respira é que ele vai começar a ficar cor de rosa aos poucos. Portanto quando disserem "você passou da hora, tanto que nasceu roxo na cesárea", desconfie do 171 obstétrico. Bebês nascem roxos, todos!

Curiosidades da Partolândia VI: Todos os bebês têm algum nível de icterícia fisiológica, aquele amarelo na pele e olhos. Eles nascem com excesso de hemáceas, que ao serem degradadas produzem a bilirrubina, substância amarela. Aos poucos o fígado metaboliza e a cor da pele vai voltando ao normal. São raríssimos os casos de icterícia patológica que requerem banho de luz. A imensa maioria dos bebês internados nas UTIs neonatais privadas estão lá ajudando a pagar o equipamento, só isso.

Curiosidades da Partolândia VII: O cordão umbilical não precisa ser cortado em nenhum momento específico. Se a família quiser, pode esperar a hora do banho da mãe, ou da pesagem do bebê. Se o bebê nasce na rua ou em casa, é para deixar o cordão ligado. O cordão não faz mal ao bebê! Não tenha pressa!

Curiosidades da Partolândia VIII: A gravidez humana dura EM MÉDIA 38 semanas a partir da concepção ou 40 semanas a partir da última menstruação. Quando falamos que a gestante está de 28 semanas, estamos contando da menstruação. Se fôssemos falar a partir da concepção, diríamos 26 semanas. A contagem em mês é artificial e aleatória. Com 28 semanas tem gente que chama de 7 meses, tem gente que chama de 6 meses, tem gente que chama de 6,5 meses. Contagem em meses não serve para nada.

Curiosidades da Partolândia IX: Apgar é uma nota que se dá ao bebê quando ele nasce. Não precisa fazer nada, só observar o bebê. A primeira nota se dá com 1 minuto de vida e não tem significado algum. A segunda nota se dá com 5 minutos de vida e diz mais ou menos as condições do recém nascido naquele momento. Qualquer nota acima de 7 no quinto minuto já é uma nota ótima. A nota do primeiro minuto não é levada em consideração em nenhum tipo de levantamento. É só para divertir a audiência.

Curiosidades da Partolândia X: A medida do comprimento do recém nascido não serve para nada, o bebê sempre está encolhido, então não dá para medir. Só serve para a diversão da galera, e não entra em nenhum levantamento de saúde. Nem entra na DNV, declaração de nascido vivo. É que nem medir o bíceps de um menino de 8 anos para saber se ele é forte. Se 3 pessoas medirem o recém nascido, teremos 3 medidas diferentes. A única medida que tem função é o peso.

Curiosidades da Partolândia XI: o cordão umbilical é preenchido de uma geléia elástica que faz com que ele seja praticamente "incomprimível", mantendo assim os vasos sanguíneos bem protegidos. Por isso que em situações normais, circulares de cordão (seja quantas forem), não tem qualquer significado!

Curiosidades da Partolândia XII: na imensa maioria das situações, quem determina a entrada em trabalho de parto é o bebê. Quando seu pulmão (último órgão a amadurecer) fica pronto, começa a produzir surfactante, que cai no líquido amniótico e provoca uma reação em cadeia que faz a mulher entrar em trabalho de parto. Portanto quando a mulher não está em trabalho de parto significa que o bebê não está maduro, simples assim. Para entrar em trabalho de parto, não adianta escalda pé, acupuntura, comida apimentada e escrever cartas. O que adianta é pedir pro bebê produzir logo um pouco de surfactante!

Por ANA CRISTINA DUARTE (Obstetriz e autora do livro: Parto Normal ou Cesárea? O que toda mulher deve saber (e homem também) . Editora Unesp )

E aí? Gostaram de saber dessas coisas? Eu amei!

Chá de Fralda (25/02/2012)

Oiiiiiiiiiiiiiiiii genteeeeeeeeeeeeeeee...

Dia 25 de Fevereiro foi meu chá de fralda... Graças a Deus deu tudo certo no final. Eu digo isso, porque eu decidi fazer tudo meio que em cima da hora, por isso quase não deu tempo de fazer tudo o que eu queria... Se não fosse as minhas amigas Laysa e Karol, com certeza não teria dado tempo mesmo...
Consegui fazer meu bolo de fralda, que eu tanto queria. Na verdade não fui eu que fiz, foi a Karol, claro. E tem a fotinha dele aí em baixo, não só do bolo, mas da mesa toda.


Bom, eu acabei gastanto um bocadinho, cerca de R$ 250,00. Mas acabei ganhando quase 800 fraldas, que multiplicadas por R$ 0,60 (preço que sai cada fralda aproximadamente), custou R$ 480,00. Ou seja, tive um lucro de R$ 230,00. Isso sem contar que não vou ter que me preocupar com fraldas tão cedo!
Descobri que fazer chá de fralda é muito de Deus, hehehehe...
Mas claro que não pensei nisso na hora. Fui fazer esses cálculos vários dias depois, só pra saber se eu tive lucro ou não, porque pra dizer a verdade, na hora o que valeu foi a diversão. Rever muitas pessoas que eu não via a muito tempo, receber amigos íntimos em minha casa, mostrar minha nova casa pra eles, conversar muito, rir mais ainda e essas coisinhas que nos alegram. Foi tão legal que só lembramos de tirar fotos quando muita gente já tinha até ido embora (que pena!), mas tirei algumas pelo o menos...

Aí vai algumas fotinhas do chá de fralda da Sarah, pra vocês verem...










 Ah, vale ressaltar que assim como o bolo de fraldas, as lembrancinhas tb foram feitas pela Karol. Ela trabalha com todas essas coisinhas lindas de chá de bebê, casamento, aniversários... Então, não perdendo a oportunidade de uma propagandazinha básica, aí vai o link da face dela e da mãe dela: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000566450173
http://www.facebook.com/profile.php?id=1703845496

Ah sim, algumas pessoas me perguntaram o que eu servi no chá... Logo pensei em algo bom, prático e barato, então eu servi: 2 tipos de caldos (caldo verde e vaca atolada) com torradas, refrigerante (12 garrafas de 2 litros cada) e de sobremesa um bolo de ameixa de 4 kg. Isso foi para 40 pessoas, mas na hora foi bem mais gente, mas como não contei, não deu pra saber quantas a mais. A comida deu de boa, mas tb não sobrou, hehehe...

Enfim, foi tudo muito bom, maravilhoso e sim, valeu muito a pena!!!
Agradeço a Deus, em primeiro lugar, que me proporcionou esse dia tão lindo e amigável, agradeço meus pais, que cederam com alegria o espaço deles pra eu fazer esse chá, agradeço aos meus amigos fiéis, sempre presentes em tudo quanto é coisa que eu invento, agradeço a Laysa, Karol e Marli, que me ajudaram muito na organização e decoração da festinha!!!!!

Beijos a todos.