segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Dois novos problemas...

Como eu tinha falado pra vocês no último post, eu estou com dois novos problemas a serem sanados...
O primeiro me levou ao segundo...
O primeiro deles é a faculdade...

Eu sempre tive o sonho de me formar, mas esse sonho vira e mexe é interrompido.
Assim que eu saí do Ensino Médio eu entrei na faculdade. Eu era jovem demais e com um novo namorado (meu atual marido). Eu não sabia bem o que eu queria ser, então entrei no curso de Propaganda e Marketing. Detestei o curso! Aquilo não era pra mim. Mas pra agradar meus pais, acabei ainda aguentando aquilo por um ano. Depois disso eu resolvi trancar e desisti de vez. Eu estudava a noite, pois trabalhava durante o dia. Não tinha carro e nem carteira de motorista, então pegava ônibus umas 23hrs e só chegava em casa mais de meia-noite. Então juntou tudo isso, e tranquei!

Anos depois, meu irmão tb saiu do Ensino Médio e ia entrar na faculdade no curso de farmácia. Eu já tinha pesquisado bastante, e decidi que queria fazer Nutrição. Aproveitei o embalo do meu irmão e disse ao meu pai quer queria voltar a estudar. Eu estava noiva e me casaria em 6 meses. Meu pai disse que pagaria ou a minha faculdade ou a minha festa de casamento... Advinha o que eu escolhi? O casamento!

Depois de casada a 2 anos, comecei a ganhar mais e eu mesma resolvi pagar pelo meu tão sonhado curso. Entrei na faculdade!!! Uhuuuuuuuuu...

Depois de 2 anos e meio estudando (e amando meu curso), engravidei! Pra mim isso não era problema. Mandei ver nos estudos. Minha gravidez não atrapalhou em nada meus estudos. Mesmo com essas dificuldades eu era uma boa aluna. Não é querendo me gabar não, mas eu achava realmente que eu tinha um ótimo potencial. Estudei até o último dia da minha gravidez!
Quando ganhei a Sarah, entrei de Licença Maternidade com Regime Domiciliar. Não, eu não tranquei a faculdade!
Assim que a Sarah completou um mês começaram a chegar os trabalhos pra eu fazer e entregar. Chegaram muuuuuuuuuuuitos trabalhos. Os professores acham de licença maternidade a pessoa fica o dia todo à toa, de pernas para o ar... Com muito esforço consegui terminar meus trabalhos.
Daí depois de entregue todos os milhões de trabalhos, eles me avisam que eu teria que fazer todas as provas tb. Ai meu Deus!!!!
Ok, vamos lá!

Eram três semanas de provas. Na primeira semana, arrumei uma menina pra ficar com a Sarah pra mim na parte da manhã. Tirei meu leite e deixei pra ela dar pra Sarah na mamadeira... Estudei que nem uma louca. Eram duas provas por dia. Eu passava a noite toda estudando pras duas provas do dia seguinte. Eu tinha só 24 horas pra estudar pra duas provas, aos quais eu não tinha assistido aula, ou seja, estudei sozinha com a ajuda de livros e nada mais. A tarde eu ficava com a Sarah, a noite eu estudava pras provas e de manhã eu fazia as benditas...

Na segunda semana eu já estava muito cansada e estressada! E não via mais a hora de terminar essas provas malditas! Fiz mais essa semana aos trancos e barrancos!!!

Na terceira semana eu só chorava! Muuuuuuuuuuuuito cansada! Muuuuuuuuuuuuuuuuito estressada!!!
Daí surgiu meu segundo problema...

Meu leite começou a diminuir. Creio eu que foi por causa do estresse!!!
Como isso me entristeceu. A Sarah sugava por alguns minutinhos e logo começava a chorar. Daí ficava tão irritada que não pegava mais no peito.
Cada vez que isso acontecia, meu leite diminuía mais.
Tentei de tudo: tomei Plasil, tomei caldo de cana, usei Ocitocina (Syntocinon), tirei na bombinha, fazia ela sugar o tempo todo, bebi mil litros de água, tomei suco de uva, tomei também Água Inglesa e tudo o que vocês imaginarem!
Absolutamente nada resolveu!!!
Já em desespero, comprei o LA (leite artificial). Dei o Nan Pro 1 na mamadeira. Ela dormiu super bem, e não chorou mais de fome.

Dois dias depois disso fomos a consulta com a pediatra. Se confirmou o que eu já imaginava: meu leite tinha diminuído bastante, e a Sarah tinha ganho só metade do peso que deveria ter ganho no mês.
A solução era mesmo complementar com o LA. Só que ela me indicou dar o Aptamil 1, no lugar do Nan Pro1, pois este prende um pouco o intestino. Eu já tinha notado isso tb. Antes a Sarah fazia cocô umas 3 vezes por dia, agora ela só faz uma vez e precisa fazer bastante força. Ah, e detalhe: o cocô dela ficou 10 x mais fedido! kkkkkkkkkkkk...

Só que a médica me ensinou uma técnica: a translactação ou relactação. Eu não tinha a menor ideia do que era, mas quando ela me ensinou, eu fiquei fascina, afinal eu continuaria a amamentar minha bebê, eu não perderia aquele vínculo ao qual eu sempre sonhei...
Vou tentar explicar como é esse método: bom, eu peguei uma mamadeira da Sarah mesmo, coloquei uma sondinha (de tomar soro na veia) no bico da mamadeira. Daí coloco a mamadeira no meio dos meus seios e a pontinha junto ao meu bico do seio. Daí o bebê mama o leite materno junto com o leite da mamadeira.

Segue a fotinha d'eu mesma fazendo a translactação.



Gente, estou realizada com essa técnica, pois eu sabia que era necessário complementar as mamadas da Sarah com LA, mas tb sabia que assim que ela se acostumasse com a mamadeira, ela não iria mais querer saber do peito. E o LM (leite materno) ainda é muito importante pra ela ainda, pois só tem 3 meses e meio.
Sem contar que eu gosto de amamentar, gosto mesmo! Eu estava já sofrendo em saber que não iria mais amamentar minha bebê.

Bom, então é isso aí.
#ficaadica